quinta-feira, 11 de março de 2010

Permanência (Uma Continuação Não Tão Necessária)



Quiseram, então, saber por que o tal escritor usava tantas metáforas, por que era tão subjetivo na faculdade de seus textos. E ele respondeu.

_As metáforas? (risos) As metáforas são tão ímpares quando bem utilizadas que não sei escrever sem elas. Não digo que sei escrever com elas, nem que sei usá-las, pois - as metáforas - quem as usa são os leitores - bem como cada linha ou entrelinha constituintes de um texto. Habituei-me a metaforizar e exercitar meu léxico de muitos anos como leitor para prolongar períodos e ideias, dificultar o raciocínio, sombrear imagens muito óbvias. Minha alma vem embutida nesse corpo em muito desconfortável, atarefada com as preocupações e tentativas - frustradas - de acomodar-se aqui; sem contar as tentativas de difundir-se, principalmente entre dois corpos, compartilhando, em ambos, o espaço com outra. Eu preciso evadir-me de mim, é o que quero dizer. Para isso figuro em obra abstrata uma realidade tão sóbria, embora tão inacreditável...mente cretina. Minhas palavras edificam quimeras decifráveis a qualquer um que persista. Não sou fácil, nem difícil. Diferença é algo que faz parte de tudo. Fácil é ser clichê!... e difícil é entender por que custa-se tanto a encontrar arte de boa qualidade. O bom-gosto se mudou pra amazônia por falta de uso? Lá: onde tudo se extingue... Minhas metáforas são como disfarces, sim - porque eu mesmo tenho medo de saber a verdade.

3 comentários:

Camila Andrade disse...

ÓTEMO !!!!!!!!!!!!

"as metáforas - quem as usa são os leitores "

"O bom-gosto se mudou pra amazônia " (vou usar esta)

ARRASOU!

Monique disse...

Ótimo! Final surpreendente. Compartilho dos pensamentos do Tal Escritor.
Minha admiração por você é crescente! :))

Daniel disse...

"Minhas metáforas são como disfarces, sim - porque eu mesmo tenho medo de saber a verdade."

Parabens PelO Blog.!
Blog 10 .!
AgOra NaO SaiiO Daquii.!
Hehe.!