segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Reflexos e reflexões



...entre reflexos e reflexões, me perco nas minhas interjeições contraditórias; metafóricas; labirínticas...

__,,__

Quisera ter coragem,
força, vontade
Quisera ser melhor, quisera.
Mas do alto da torre via tudo
e nada
como bem queria.
Camuflava o que não lhe convinha
E não deixá-las-ia - às mordomias e futilidades do palácio -, nem mesmo
para ser feliz.

__,,__

O barbante se soltou de seu dedo e o balão saiu voando, ficando o menino - triste e admirado - a pensar no brinquedo que acabara de comprar e, em seguida, perder.
_Mamãe, balões nunca tropeçam?
_Deixe de pensar besteiras, querido. Vai querer seu churros com chocolate ou doce-de-leite?

__,,__

Sob o céu azul e quente,
Protegidos à sombra da grande árvore,
Silenciados,
Admiravam o todo que os olhos podiam alcançar.
Até que um disse:
_Devíamos deixá-lo sozinho.
E saíram,
Por trás das cortinas do horizonte,
Consagrando ao mundo a própria inércia à perfeição.

2 comentários:

Gabi Petrucci disse...

Enquanto alguns dizem que mente vazia é ofiicina do diabo, eu prefiro acreditar que é um laboratório, onde vamos produzindo reflexos e reflexões!

contador de histórias disse...

ótimo texto!!!
escreves cada vez melhor...
abraço