segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Sensação que não preciso intitular



No fim do inverno - frio e seco -, é bom poder ver o sol. Bom mesmo! Mesmo para quem, como eu, não gosta dele.

É bom sentir seu calor e ver sua luz que, de tão forte, parece invulnerável... e contagiosa.

É bom. Parece que o vento venta mais feliz; com mais vontade de ventar. E as cores?! Não gosto de cores também, mas é inegável: elas alegram.

Sobretudo, em fins de inverno, começam as chuvas.

Não dar-me-ei o trabalho de explicar o quanto é bom que volte a chover. Essa chuva que fertiliza e reflete aquilo que chamei de contagioso. Basta que você tome um banho de chuva e ficaremos entendidos.

Atente, no fim, para o arco-íris.
A natureza é [mesmo] mágica!

2 comentários:

contador de histórias disse...

ela é bela e diversa!!!

Sascha Rodrigues disse...

O meu último banho de chuva foi à noite, lembra?! Temos que fazer isso de dia, para vermos o arco-íris, tomando picolé de limão. Quem sabe achamos um pote de ouro?

mta