segunda-feira, 14 de junho de 2010

Vou te contar um segredo.



Era noite e havia uma sensação boa por ser noite. Uma noite clara, de lua cheia e céu estrelado...

O rio corria, como sempre corria, corria, a água descendo, a água...

O vento dançava com cada folha verde de cada árvore, mas não era um vento frio, era um vento serelepe, que vinha com aquele sorriso sapeca de criança que faz coisa errada; e remexia sutilmente no que estava certo...

O morro se estendia muito acima do que eu já havia caminhado. Era um longo tapete de grama azulada pela noite e eu resolvera caminhar até o topo. Não havia ninguém por perto, só minha consciência no inconsciente dos meus passos pesados.

Eu subia pensando no quanto eu já fizera e no quanto eu ainda estava por fazer. Oh!Vida!... Paixões eram coisas que me fugiam ao controle, contra as quais eu me cansava de lutar em vão. Eu pensava, enquanto subia, na fugacidade da existência e na incostância de viver; no meio dessas fases, desses altos e baixos, talvez fosse o meu destino ser volátil agora, mais tarde, possivelmente, tudo esfriaria e eu entenderia que importam muito mais os momentos ao lado de quem realmente gostamos, em quem realmente confiamos, do que momentos jogados no lixo em busca de uma novidade, de um amor platônico, mesmo sem querer.

Eu subia pensando no quanto eu já fizera e no quanto eu ainda estava por fazer. Oh!Vida!... Sentimentos são coisas complexas. E eu que sinto tanto...

Vou te contar um segredo. A cada dia que passa, me reconheço mais.




E, lá do alto, era fácil ver tudo o que percorri pra chegar onde eu estava.

4 comentários:

Monique Burigo Marin disse...

Acho que comentei duas vezes no texto da tulipa, um dos comentários era daqui. Recusa lá o que se repetir aqui. Eu e minha inacreditável competência, haha.
Um beijo!

Monique Burigo Marin disse...

Espero que a visão tenha causado um friozinho gostoso na barriga, semelhante àquele provindo dos sentimentos novos.

Prometo guardar segredo.

Thais Thomaz disse...

Belíssima apresentação!

Alastus disse...

A ultima frase foi brilhante, entra pro meu hall de citações favoritas!!!

Declare-se seguido por mim!!! =P
Continue, é um lindo trabalho o que faz neste blog!!!